POEMA - METAMORFOSE HUMANA

31-05-2015 22:49

Quem somos?

Humanos? Máquinas?

Máquinas humanas!

 

O cotidiano nos faz.

E nos fazendo cotidianamente,

Faz o que somos,

Máquinas humanas.

 

Máquinas que se constroem e constroem o mundo a sua volta.

Mundo esse belo na mesma intensidade que é cruel.

Humanizaram-se as máquinas.

Maquinizaram-se os humanos.

Maquinizaram-se as relações sociais,

Tornando-as automáticas.

 

O que fazer?

Não sei!

Quem escreve esse poema é, também, um humano maquinizado.

Uma máquina humana expressando a sua humanidade.

Porém, há uma luz...

Humanizar os humanos depende de nós mesmos...

Máquinas humanas na metamorfose humanamente humana.

Voltar

Procurar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Michael Seeley, Kiwi Tom  © 2010 Todos os direitos reservados.