EXPECTATIVAS PARA 2017: MUITA LUTA!

03-01-2017 21:47

O início de um novo ano é um momento de renovação dos votos e da esperança individual e/ou social, aliás é a esperança um dos elementos responsável pelo otimismo do povo brasileiro, especificamente dos trabalhadores que diuturnamente constroem esse país com o suor do seu rosto e da sua labuta. Assim, o objetivo desse texto não é fazer uma retrospectiva de 2016, mas sim de esboçar o cenário desastroso, estimulando e organizando as forças da classe da trabalhadora para o enfrentamento das políticas de austeridade perpetradas pelo governo Golpista de Michel Temer e seus apoiadores.

A revista semanal da Editora Confiança, “Carta Capital”, costuma lançar todo final de ano uma edição especial (Ver mais em: http://www.cartacapital.com.br/revista/933), na qual ela aborda as expectativas para o ano seguinte nas diversas áreas da vida social (economia, política, cultura e sociabilidade) através de especialistas nos diversos temas. Todos são unânimes em afirmar que 2017 será tão difícil quanto o ano que passou para boa parte dos brasileiros, principalmente os mais pobres. Importante ressaltar que a própria revista nos avisa: 2017 será um ano de muitas lutas sociais. Que lutas?

Lutas contra o governo golpista de Michel Temer que, comprando os deputados federais e senadores (Inclusive ativistas políticos dentro do judiciário e da mídia tradicional de viés colonial!) com jantares, dinheiro e demais agrados, vem conseguindo aprovar as suas medidas de austeridade (Ver mais em: http://professorkassiano.webnode.com.br/news/a-alianca-golpista-brasileira-agb-e-os-limites-da-democracia-politica/), ex: a PEC 241/55 congelando os gastos públicos por vinte anos, popularmente conhecida como a “PEC da maldade” (Ver mais em: http://professorkassiano.webnode.com.br/news/pec-241-2016-ou-o-desconhecimento-do-desenvolvimento-da-economia-brasileira/); a MP 746/34 da reforma do ensino médio, terceirizando, precarizando ainda mais o já precário ensino público brasileiro (Ver mais em: http://professorkassiano.webnode.com.br/news/a-nova-reforma-do-ensino-medio-algumas-consideracoes/). Achando que acabou? Para o exercício legislativo de 2017, o “Dick vigarista” apossado do palácio da presidência e seus bajuladores já encaminharam à câmara dos deputados o texto da reforma trabalhista e da reforma da previdência. A primeira tem como objetivo claro liquidar com os parcos direitos trabalhistas da CLT (Consolidação das leis do trabalho) de 1943 de Getúlio Vargas, igualando as relações de trabalho do brasileiro ao padrão de países asiáticos, naquilo que há de mais explorador no sistema capitalista: a extração de mais-valia ou mais-valor. No que tange à reforma da previdência o estrago será ainda maior, colocando nas costas da população mais pobre a culpa de um suposto “rombo” (Falso!) da previdência social, privilegiando a casta dos militares, a casta dos políticos e a casta do judiciário.

Tendo o cenário exposto, as únicas previsões que podem ser feitas para esse ano que se inicia é de muita luta.

 

P.S.: No próximo texto desse blog será tratado o contexto internacional e Donald Trump no comando da política norte-americana.

Voltar

Procurar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Michael Seeley, Kiwi Tom  © 2010 Todos os direitos reservados.